Rapidinho, vamos à um histórico sobre um dos pontos mais lindos – na minha humilde opinião – de Milão.

Rolou um concurso em Milão para ver quem construiria a Galeria Vittorio Emanuele II. Mais de 150 arquitetos participaram, e o vencedor foi Giuseppe Mengoni. Em seu projeto, ele propunha um longo túnel atravessado pelo braço, com uma grande “sala” de cobertura octogonal, a cobertura com um esqueleto em ferro e vidro e dois arcos do triunfo nas duas entradas principais.

A Galeria Vittorio Emanuele serve de passagem entre a Piazza del Duomo, onde fica o Duomo (ahh vá!) e a Piazza della Scala, onde está o Teatro Alla Scala.  Tem mais de 200m de comprimento e abriga uma série de lojas de luxo, restaurantes, cafés e o incrível hotel Town House Galleria.

Galeria Vittorio Emanuele Milão

Galeria Vittorio Emanuele Milão

Entrada pela Piazza del Duomo

Em 1865, o trabalho começou com a colocação da primeira pedra pelo Rei Vittorio Emanuele II de Sabóia, e dois anos depois, mesmo sem a galeria ter sido terminada, ela já foi aberta. A obra só foi concluída em 1877.

Curiosidade Tensa: Giuseppe Mengoni, o criador da galeria, morreu caindo da cúpula durante uma inspeção de 30 de dezembro de 1877. As más línguas de plantão dizem que foi um suicídio devido às críticas de muitos e pela decepção para a não-presença do rei na abertura. Mas na verdade o que ninguém sabia era que o rei não foi porque estava muito doente, tipo, total sem saúde. Inclusive ele morreu dias depois.

Galeria Vittorio Emanuele Milão

Cúpula que fica a 47m de altura do chão

Curiosidade de Informação: Na parte central da galeria veja que no piso formado pelo cruzamento das vias, encontram-se quatro mosaicos das quatros cidades que foram capitais do Reino da Itália: Milão (com Napoleão), Florença e Roma (com a loba amamentando Rômulo e Remo) e Turim (com um touro).

Em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, a Galeria sofreu bombardeios e foi bem destruída, a reconstrução foi bruta e a galeria voltou a ficar linda de morrer!

Curiosidade da Sorte: Ache o Touro nos mosaicos do chão, bem no centro da galeria… Não vai ser difícil… E, com o calcanhar do pé direito nos testículos do bicho dê 3 voltas inteiras. Dizem que dá sorte. Não custa tentar, né? Ah, dizem também que o buraco que existe lá naquele lugar do touro surgiu na época da Segunda Guerra Mundial e o mantiveram.

 

Galeria Vittorio Emanuele Milão

Galeria Vittorio Emanuele II, vista do topo do Duomo.

Hotel Town House

Voltando um pouco, fica a dica do Hotel Town House… se você estiver procurando conforto e luxo pela cidade este é o hotel ideal!

É um hotel 5 estrelas luxo que fica dentro da Galeria Vittorio Emanuele!! Divino… dos sonhos!

Aqui o site oficial do hotel pra vocês confirmarem o que estou contando!

Aproveite que a Galeria Vittorio Emanuele é super central e passeie dali para vários cantos da cidade. A Gelateria Cioccolati Italiani e o Luini ficam ali perto, não deixem de ver os posts do Blog sobre Milão!

Endereço: Piazza Duomo – clique no nome para abrir o Mapa

Metrô: Linhas vermelha e amarela, estação Duomo.