Quando for à Florença, é importante saber que de lá você conseguirá fazer alguns bate e voltas sem dormir em outra cidade. O passeio por Lucca e Pisa é um deles.

O jeito mais fácil de realizar essa trip é pegando um trem de Florença, da Estação Santa Maria Novella, que é no centro de Florença e a maior estação da cidade.

  • Firenze -> Lucca: 7,20 euros – duração da viagem: 1h19 – trem direto
  • Lucca -> Pisa: 3,40 euros – duração da viagem: 30 min – trem direto
  • Pisa -> Florença: 7,90 euros – duração da viagem: 50 min – trem regional
    • Total: 18,50 euros (bom né!)

Você não precisa comprar a passagem com antecedência, pois são vários trens para todos os trajetos em diversos horários. Quando fui comprei no dia anterior, mas sei que tem gente que compra no totem de auto atendimento um pouco antes de embarcar. Por lá cuidado com o pessoal que oferece ajuda, eles querem dindim, ok!?

Para pesquisar preços e horários aconselho os seguintes sites: Trenitalia e Rail Europe

Stazione Santa Maria Novella

Estação Central – Santa Maria Novella (foto grandistazioni.it)

Acorde cedo, se seu hotel não tiver café da manhã, deixe para comer algo na estação em Florença mesmo… enquanto espera pelo trem. Tem bastante opção de lanchinho rápido por lá (pizza, salada de frutas, café, sucos, salgadinhos, Mc Donalds, Panini, Croissant e etc).

Ps.: Os trens na Europa costumam ser pontuais, mas na Itália, nem tanto. Portanto, não estranhe se atrasar alguns minutos, mas não conte com este atraso, ok!?

Lucca

A cidade de Lucca é linda, dentro de uma muralha, suas ruas de pedras chão um charme. A estação de trem onde vocês descerão é pequena, mas dá exatamente de frente para a cidade murada.  

A cidade é charmosa e tranquila para um passeio a pé (foi o que fiz) ou de bicicleta (diversas agências oferecem tour de bike pela city). Você entrará na cidade por uma de suas portas, muito provavelmente a Porta San Pietro (a mais próxima da estação). Atenção à ela, pois na volta você voltará por aqui também!

Lucca Toscana Italia

Lindos jardins próximos aos muros de Lucca

Dante Alighieri morou em Lucca e fala sobre a cidade diversas vezes na Divina Comédia. Catedrale di San Martino (Duomo) e a Igreja San Michele in Foro,  são dois monumentos imperdíveis na cidade.

A construção da Catedral começou no século 11 (não se sabe a data exata). Dentro do Duomo encontra-se o Volto Santo (Rosto Sagrado), um crucifixo de cedro que seria semelhante ao de Cristo, esculpido por Nicodemo, testemunha da Crucificação. Na verdade, trata-se de uma provável cópia do século 13 de um original do século 8. Uma espalhafatosa capela octogonal foi feita (1482-84) por Matteo Civitali para protegê-lo, chamada Il Tempietto

Também na Catedral está o Túmulo de Ilaria del Carretto, que fica na sacristia. A obra foi realizada pelo escultor sienense Jacopo della Quercia em 1410. Ilaria foi mulher de Paolo Guinigi e morreu muito nova, durante o parto. O sarcófago mostra a jovem dormindo. Aos seus pés, encontra-se um cachorrinho, que é símbolo da fidelidade conjulgal. Para conhecer o interior dessa catedral só é preciso pagar se você quiser ter acesso a sacristia. Com esse bilhete você pode visitar também o Museo della Cattedrale, na Piazza Antelminelli. 

Catedrale di San Martino

Catedrale di San Martino

Após visitar o Duomo, siga pela Via Fillungo, a principal rua comercial de Lucca, quase no final da rua está a Piazza dell’Anfiteatro (ou Piazza del Mercato). Uma praça fofa, construída sobre as fundações de um anfiteatro romano, que durante anos foi o palco de lutas entre gladiadores. Em 1830, a praça foi reconstruída com edifícios de diferentes alturas, mas mantendo o formato oval original.

A Igreja San Michele in Foro foi construída onde havia um antigo Foro Romano e exibe uma fachada impressionante, rica em detalhes e feita com exuberantes colunas de mármore.  No topo da fachada existe uma estátua de mármore do arcanjo Miguel derrotando um dragão com uma lança. Diz a lenda que, dependendo da luz/iluminação, é possível ver um brilho esverdeado vindo da estátua e isso seria uma esmeralda colocada nos tempos antigos e jamais encontrada!

Igreja San Michele in Foro

Igreja San Michele in Foro

Depois de visitar esses pontos turísticos, se tiver com tempo, passeie pelos muros da cidade e curta tudo sem pressa. Almoce em Lucca, tem mais opção do que Pisa. Muito provavelmente no seu ticket de trem de Lucca pra Pisa não constará nenhum horário. Se for isto mesmo, significa que você pode pegar o trem em qualquer horário, isto é bom para não ficar refém do relógio.

Considere umas 4 a 5h de passeio por Lucca.

Muros Lucca

O muro!

Pisa

O trem chegará na estação Pisa Centrale. De lá, dá para ir a pé para a Piazza dei Miracoli, onde fica a torre (uns 15 minutos de caminhada pela city)… vai seguindo as placas que não tem erro.

Você já deve ter lido por aí que não tem nada pra fazer em Pisa além da Torre. E é verdade. A cidade é parada e todo mundo se concentra no Piazza dei Miracoli (Praça da Torre).

A Torre é linda, maravilhosa e vale a viagem! Ela impressiona e é maior e mais torta do que aparenta nas fotos! Seja feliz por lá, tire sua foto brega de turista, você não será o único.

Torre Pisa

A princípio, a torre foi projetada para ser o campanário da catedral de Pisa. De repente, construindo o terceiro andar da torre… Opa! Algo bemmm errado no meio do caminho! Simplesmente, o terreno ali era composto de areia e argila, algo muito instável para um peso daqueles. No século 20, a danada se inclinava 1,2 milímetro por ano, correndo o risco de desabar se alguma providência séria não fosse tomada. Então, em 1990  a Torre foi fechada para visitas. Dezenas de propostas para salvar a Torre foram analisadas, e, entre 1997 e 2001, uma reforma garantiu que ela ia ficar de pé e 40 centímetros menos torta (haja confiança!).

IMG_7700

Dá pra subir na Torre… Eu tenho uma mini claustrofobia e não me arrisquei. E também não achei tão interessante porque o monumento que me atraia ali era a própria Torre, se eu subisse nela não a veria né… 

Bom, mas se você quiser subir, há um balcão de vendas de ingresso (18 euros) em uma das laterais da praça. As subidas são feitas em grupos de 20 pessoas por vez, supervisionados pelos funcionários do local. Arranje fôlego pros 300 degraus até o observatório. Se preferir comprar os ingressos com antecedência, é possível comprar pela internet.  Dizem que a vista vale a subida. E, lá de cima, também é possível sentir os efeitos da inclinação.

Pisa Torre

Campo dei Miracoli – Pisa

Pronto, em Pisa foram 3h/4h de passeio! Já podem voltar pelo mesmo caminho para a Estação Central de Pisa e pegar o trem pra Florença! Bom descanso! :)

*** Lembrem-se sempre, as palavras em negrito e grifadas são clicáveis e lhe remeterá ao site oficial do ponto turístico ou ao seu endereço. Isso facilita muito se você estiver viajando com um smartphone. Bastará clicar na palavra para abrir o Google Maps e ver a localização e rota até o monumento procurado, ok? Ou abrir o site oficial e ver informações atualizadas como telefone, horário e etc.