Vivo cercada de bolsa Luis Vuitton (verdadeira!), sapatilhas chanel, rasteirinhas Hermés e outros mil luxos, só que nada disso é meu. São das minhas amigas. Queria – assim como elas – poder ter tudo isso AND viajar. Como essa não é a realidade, a gente viaja! hahahaha

Gente, a intenção não é julgar quem compra luxo e não viaja, ok? Só julgo mesmo que compra fake… aí eu condeno! hahahaha

O negócio é que para a maioria dos seres humanos que valoriza uma viagem é sempre necessário estabelecer prioridades e fazer um planejamento.

… Enfim, lógico que mesmo quem tem um closet recheado de produtinhos que custam mais de R$2.000,00 a peça também sabe ter bom senso. Conheço um par de pessoas endinheiradas que sabe dar valor e aproveitar bem o dindin.

Lógico que babo cada vez que elas me dizem que vão pela milésima vez pra Miami passear e fazer umas compras. Se eu pudesse, também faria como elas.

Então antes de você se fingir de hippie e não curtir esse consumismo ou dizer que não trocaria uma semana em Madrid por uma semana de compras nos EUA, pense se isso no final das contas não tem mais relação com o seu orçamento e com o jeito que você escolhe gastar o seu suado dinheirinho do que com a real vontade de estar Madrid e não nos EUA.

Para quem não vive com um orçamento com grandes sobras, fazer compras nos EUA pode parecer desperdício de dinheiro, mas o fato é que muitas dessas pessoas podem ir pra Miami fazer compras e depois de 6 meses vão pra Madrid ver Guernica. O fato é que – no auge da minha inveja boa, se é que ela existe – eu não sou uma dessas felizardas. Se você é um mortal como eu, continue a leitura e descubra que você não precisa ser rico para viajar.

viagem dinheiro economia

Se você é rico e pode fazer o que quiser, parabéns! Pode pular pros próximos posts! :)

Eu planejo minuciosamente cada passo da minha vida para poder fazer as minhas viagens… e talvez eu nem consiga fazer uma par das viagens que sonho porque são absurdamente caras e me renderiam outras 5 viagens interessantes…

Meus amigos normalmente não acreditam nos orçamentos das minhas viagens. Acham que eu to mentindo… Faço assim:

1. Logo que compro passagens pra uma viagem eu tento economizar o máximo possível pra compensar parte daquele gasto.

2. Tento pagar tudo que posso antes da viagem pra não me complicar financeiramente depois.

3. Adio alguns tratamentos de beleza ou até cancelo. Caminhar é de graça!

4. Deixo de comprar roupas ou espero promoções.

5. Cozinho mais do que saio pra jantar (o Blog tá aí cheio de receitas gente).

Eu vivo financeiramente numa balança, quando um gasto extra entra, um gasto supérfluo sai.

Resumindo, MINHA FÓRMULA NADA MILAGROSA  DE VIAJAR É: economia durante a vida + pesquisa do destino a ser visitado + bom planejamento de viagem.

EXEMPLO DE ORÇAMENTO – 19 DIAS DE VIAGEM PELA EUROPA:

E se vocês querem saber qual foi o orçamento da minha última longa viagem… Eu abro ele aqui pra vocês:

Gastei R$3.825,00 (por pessoa) para sair de Londrina, passar 19 dias na Europa (incluindo Ano Novo), fui para Amsterdam, Istambul, Budapeste, Praga e Viena e ainda dormi em São Paulo uma noite na volta e retornei para Londrina. Isso inclui todas as passagens aéreas e de trem necessárias para esses trajetos e todas as acomodações em hotéis 4 ou 5 estrelas. Não usei milhas. Isso significa que gastei mais ou menos R$ 200,00 por dia de viagem.

Lógico que ainda tive gasto de alimentação e dos passeios e de compras, mas isso é muito particular né, cada um gasta um tanto.

Bom, vamos lá… R$200,00/dia. Vamos imaginar que você está planejando a sua viagem com 6 meses de antecedência, certo?

Vamos à economia:

– se você deixar de ir ao salão aquele dia (R$100);

– boicotar a ida àquele restaurante bacana naquele sábado (R$130,00 – preço Londrina),

– não trocar um presente de natal ou dia dos namorados com seu respectivo(a) que vai viajar com você (sei lá qual o seu orçamento, mas vamos chutar uns R$300);

– se você não for na balada na próxima sexta pra ver as mesmas pessoas e dançar as mesmas músicas (R$120,00);

– se não comprar aquela bota linda de couro que você não vai nem conseguir usar na exposição porque vai fazer um calor da pega (R$400,00);

– se você não for ao lançamento daquela loja bacana e ficar com vergonha de não sair com uma peça nova de lá (sei lá quão bacana é a loja, mas vamos chutas uns R$350,00);

– se você desistir de fazer a drenagem linfática de toda semana (R$300/pacote) e começar a fazer mais exercícios mesmo…

Deu pra entender o espírito né? Você não precisa parar de viver e nem deixar de viajar, é só estabelecer economias e prioridades. Nesse caso nosso aqui, nesse mês que você seguiu as dicas do Destinos e Receitas você economizaria R$1.700!!! Imagina isso ao longo dos 6 meses de planejamento… Em 6 meses você consegue poupar aquele esqueleto da viagem de 19 dias pela Europa. E olha que estamos falando de uma viagem longa!

Esse orçamento ainda é muito alto pra você? Não tem problema… os princípios são os mesmos!

Não queria entrar no mérito da viagem em si porque isso é muito de cada um e tal, mas aprenda e abuse do transporte público em locais onde isso funciona muito bem. E se for adepto ao taxi vale a pena estudar o mapa antes de ir para otimizar os passeios e não precisar ficar rodando à toa.

Já demos várias dicas para economizarem em reserva de acomodações: aqui, aqui, aqui e aqui.

Já demos dicas para economizarem na compra das passagens aéreas aqui.

Já demos várias dicas de planejamento de viagem aqui.

Então não me venha dizer que você não viaja há 3 anos porque não tem dinheiro, ok?

Conte com o Destinos e Receitas para enxugar sua próxima trip! 😉